13º salário para Auxílio Brasil: veja regras e o que se sabe até então

13º salário para Auxílio Brasil está tramitando no Senado Federal. Entenda como funcionará os pagamentos em caso de aprovação.

Enquanto o governo federal vai preparando os pagamentos do Auxílio Brasil para o mês de maio, um Projeto de Lei (PL) quer o pagamento de um abono extra para o programa. Veja o que sabe sobre o 13º salário do Auxílio Brasil e como funcionará, caso aprovado.

Lembrando que o programa realiza pagamentos mensais aos seus inscritos de, em média, R$ 400, mas não prevê pagamentos de abonos extras. Sendo assim, atualmente, a única forma de obter mais recursos é mediante os benefícios extras do Auxílio Brasil.

13º salário para Auxílio Brasil: regras e situação

De acordo com o PL 625/2022, de autoria do senado Alexandre Silveira (PSD – MG), o 13º salário do Auxílio Brasil seria semelhante ao que ocorre para quem é trabalhador com carteira assinada, servidores públicos e aposentados e pensionistas do INSS.

No caso, o pagamento do abono extra para os beneficiários do programa ocorreria em duas parcelas e seria baseado nos repasses de R$ 400.

No momento, o projeto está tramitando no Senado Federal e ainda não tem um prazo para ser colocado em votação pelo presidente da Casa. Se tiver sinal verde dos senadores, o texto será analisado pela Câmara dos Deputados. Caso seja aprovado, só restará a sanção presidencial. Portanto, não é possível prever quando se tornará lei.

Calendário Auxílio Brasil de maio

Enquanto o 13º salário do Auxílio Brasil não é aprovado, os beneficiários esperam pelos repasses do mês de maio. Confira as datas oficiais:

  • NIS final 1: 18 de maio de 2022;
  • NIS final 2: 19 de maio de 2022;
  • NIS final 3: 20 de maio de 2022;
  • NIS final 4: 23 de maio de 2022;
  • NIS final 5: 24 de maio de 2022;
  • NIS final 6: 25 de maio de 2022;
  • NIS final 7: 26 de maio de 2022;
  • NIS final 8: 27 de maio de 2022;
  • NIS final 9: 30 de maio de 2022;
  • NIS final 0: 31 de maio de 2022.

Os depósitos podem ser verificados nos aplicativos do Auxílio Brasil (Android e iOS) e do Caixa Tem (Android e iOS). Além disso, é possível consultar por meio do telefone 111 da Caixa ou 121 do Ministério da Cidadania.

Leia também

você pode gostar também