Auxílio Gás ainda terá três pagamentos neste mês; veja datas

Pagamentos do Auxílio Gás são feitos conforme o dígito final do Número de Inscrição Social (NIS). Confira quem ainda receberá.

Além dos repasses desta quarta-feira (26/01), o Auxílio Gás ainda terá mais três pagamentos no mês de janeiro. O valor de R$ 52 já começou a ser depositado na semana passada. Saiba, em nossa matéria, quem receberá o dinheiro e as datas restantes do calendário.

Lembrando que o Auxílio Gás, denominado oficialmente de “Gás dos Brasileiros”, foi criado por meio da Lei nº 14.237. Ela prevê que pessoas em situação de vulnerabilidade social possam obter um valor correspondente a 50% do preço médio nacional do botijão de gás de cozinha de 13 kg.

Assim, os repasses atualmente em estão em R$ 52 e serão feitos a cada dois meses.

continua depois da publicidade

Auxílio gás: pagamentos restantes

Os repasses do Auxílio Gás seguem o dígito final do Número de Inscrição Social (NIS). Hoje, 26 de janeiro, o repasse é para quem tem NIS com final 7. Para os próximos dias, estão previstos os seguintes pagamentos:

  • NIS final 8: 27 de janeiro;
    NIS final 9: 28 de janeiro:
    NIS final 0: 31 de janeiro.

Ainda não há previsão de quando o novo calendário será divulgado. Espera-se que os novos repasses ocorram no mês de março. Vale lembrar que o dinheiro é depositado em contas sociais digitais criadas pela Caixa Econômica Federal no nome do beneficiário.

O benefício pode ser movimentado inicialmente pelo aplicativo Caixa Tem, a mesma plataforma que recebe recursos do Auxílio Brasil e que foi utilizada durante auxílio emergencial.

Quem pode receber o Auxílio Gás

Mulheres que sejam vítima de violência doméstica e com acompanhamento do governo possuem prioridade na hora de receber o Auxílio Gás de R$ 52. Além disso, para obter o dinheiro é necessário fazer parte dos grupos abaixo:

  • Pessoas registradas no CadÚnico com os dados atualizados (obrigatório para todos);
  • Famílias com renda per capita de até meio salário mínimo;
  • Famílias com integrante que recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Mulheres chefes de família.

Leia também

você pode gostar também