Seguro-desemprego: governo atualiza valor máximo das parcelas

Parcelas do seguro-desemprego 2022 tiveram seus valores modificados por conta da inflação registrada no ano passado.

O governo federal atualizou os valores pagos do seguro-desemprego em 2022. A mudança oficial ocorreu no dia 11 de janeiro (terça-feira), seguindo a correção feita pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O INPC é utilizado pelo governo para reajustar os valores do salário mínimo, seguro-desemprego e outros benefícios, pois é um dos principais indicadores da inflação. O índice é de responsabilidade do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Valores do seguro-desemprego 2022

Apesar do INPC ter ficado em 10,16%, o aumento do seguro-desemprego 2022 foi ligeiramente maior. O benefício seguiu o reajuste do salário mínimo, de 10,18%. Sendo assim, o valor mínimo é de R$ 1.212,00 por trabalhador.

Por outro lado, o teto seguiu o INPC. O valor saltou de R$ 1.911,84 para R$ 2.106,08. Mesmo que a pessoa tenha pedido o seguro-desemprego no ano passado, as parcelas são atualizadas automaticamente.

Confira abaixo como serão os salários (em negrito os ganhos médios mensais e, na sequência, o quanto será pago pelo seguro-desemprego 2022:

  • Até R$ 1.858,17: 80% do salário médio ou salário mínimo (maior valor é pago);
  • De R$ 1.858,18 até R$ 3.097,26: 50% sobre o que ultrapassar os R$ 1.858,17, mais parcela de R$ 1.486,53;
  • Acima de R$ 3.097,26: parcela fixa de R$ 2.106,08.

Quem pode receber o seguro-desemprego 2022

O seguro-desemprego é pago ao trabalhador formal que tenha sido demitido sem justa causa e que cumpra os requisitos abaixo:

  • Tenha trabalhado entre seis e 12 meses (conforme determina lei);
  • Não tenha outra fonte de renda na família;
  • Não possuir qualquer benefício previdenciário contínuo (exceções: auxílio suplementar, auxílio-acidente e abono de permanência em serviço).

Os pagamentos do seguro-desemprego 2022 serão feitos após o trabalhador fazer o pedido de forma online, no aplicativo da Carteira de Trabalho (Android e iOS) ou pelo telefone 158. Cada estado ainda possui u número próprio.

O benefício paga entre três e cinco parcelas, variando conforme da quantidade de vezes que o seguro-desemprego foi solicitado e pelo tempo de trabalho.

Leia também

você pode gostar também