Auxílio emergencial terá R$ 4,1 bi para pais solteiros; saiba consultar

O pagamento do auxílio emergencial para pais solteiros será retroativo e referente às cinco parcelas de R$ 600 repassadas em 2020.

Na última sexta-feira (24/12), o presidente Jair Bolsonaro assinou a medida provisória que autoriza o pagamento retroativo de auxílio emergencial para pais solteiros chefes de família. O documento abre crédito extraordinário de R$ 4,1 bilhões que será utilizado nos repasses do benefício.

Leia também

Os homens responsáveis pelo sustento de família monoparental podem receber até R$ 1.200. Aqueles que contaram com as cinco parcelas de R$ 600 em 2020, ganharão mais R$ 600 do Ministério da Cidadania (MC). Já quem não recebeu a quantia no ano passado, terá o pagamento em dobro.

Proposta foi negada anteriormente

Em junho de 2021, o auxílio emergencial para pais solteiros já havia sido proposto, mas acabou sendo negado pelo Congresso Nacional. Sendo assim, apenas mães solo chefes de família receberam a cota na época. No entanto, no mês seguinte o Congresso derrubou o veto e agora a medida provisória confirmou o benefício.

“Com a edição da MP, o Estado Brasileiro reitera seus esforços para garantir a oferta regular de serviços e programas voltados à população em geral, principalmente àquela mais vulneráveis, franqueando aos órgãos e agentes públicos o acesso a instrumentos capazes de mitigar os efeitos danosos da pandemia sobre a sociedade brasileira”, disse o Palácio do Planalto em nota.

O auxílio emergencial para pais solteiros chefes de família considera apenas o pagamento retroativo das cinco primeiras parcelas de 2020. Ou seja, apenas a de R$ 600. No caso das cotas de R$ 300 repassadas entre setembro e dezembro não entram no texto da MP.

Como consultar auxílio emergencial para pais solteiros

A consulta de elegibilidade deve ser feita pelo site do MC criado especificamente para o benefício. Os pais solteiros interessados em saber se receberão o auxílio emergencial de R$ 600 devem:

  1. Informar os dados pessoais solicitados (CPF, nome completo, nome da mãe, data de nascimento);
  2. Marcar a caixa “Sou humano”;
  3. Clicar em enviar.

Ao carregar a página, você verá todas as informações sobre o benefício e se está incluído na rodada de retroativos.

Leia também


você pode gostar também

14º salário do INSS terá valor de R$ 2,4 MIL e será pago ainda em 2022?

O projeto de lei da Câmara dos Deputados que cria o 14° salário do INSS ainda deve ser analisado por uma comissão especial.

Saque FGTS terá 2 lotes em outubro; valores podem superar R$ 4 mil

Fundo de Garantia do Tempo de Serviço libera duas modalidades do Saque FGTS no mês de outubro. Veja se terá direito.

Auxílio Brasil de outubro já tem calendário previsto; veja as datas

Com dez transferências, o calendário do Auxílio Brasil de outubro tem datas previstas, começando as transferências a partir do dia 18, por meio da Caixa Econômica Federal.

É necessário fazer a prova de vida do INSS ainda em 2022? Veja as regras

Aposentados e pensionistas passam pela prova de vida do INSS todos os anos para comprovar que ainda têm direito aos benefícios.

NOVO saque FGTS será liberado na próxima semana; veja valores

Trabalhadores formais de carteira assinada poderão fazer saque de parte do saldo guardado na sua conta do FGTS em outubro.

BPC de R$ 1,2 mil é pago para quem nunca contribuiu ao INSS; veja regras

O BPC de R$ 1,2 mil é um benefício assistencial do INSS que não equivale à aposentadoria, pois transfere valores para cidadãos que nunca contribuíram com o instituto.