Como saber se você está inscrito no CadÚnico (Cadastro Único do Governo Federal)

Com a inscrição no CadÚnico, é possível acessar diversos benefícios do governo brasileiro. Saiba como realizar a consulta.

O governo federal usa uma base de dados para verificar quem tem direito aos programas e benefícios sociais. Assim, os responsáveis conseguem mapear as famílias de baixa renda que precisam de suporte financeiro e assistencial. Essa base de dados é conhecida como CadÚnico (Cadastro Único do Governo Federal).

Mas você já sabe se já está inscrito e vinculado aos cadastros? Com a inscrição no CadÚnico, é possível acessar diversos benefícios do governo brasileiro, como Bolsa Família, isenção de taxa em concursos públicos, tarifa social da energia elétrica, Casa Verde Amarela, entre outros.

Como saber se estou inscrito no CadÚnico?

Para saber se está inscrito no CadÚnico, o interessado pode acessar o site do governo federal. Será possível fazer a consulta diretamente pela página. Outra opção é de sanar dúvidas pelo telefone relacionado à base de dados: 0800 707 2003.

Além disso, existe o aplicativo Meu CadÚnico. Ele está disponível para celulares com sistemas Android e iOS. O app também fornece a opção de consultar a sua inscrição no CadÚnico.

Requisitos mínimos

Para fazer parte do Cadastro Único do Governo Federal, é preciso atender aos seguintes requisitos:

  • Renda mensal per capita de até meio salário mínimo R$ 522,50 (metade do salário mínimo);
  • Com a renda mensal familiar total de até três salários R$ 3.135,00 (três vezes o salário mínimo); ou
  • Com renda acima dessas, mas que estejam vinculadas ou pleiteando algum programa ou benefício que utilize o Cadastro Único.

Vale lembrar que o novo Bolsa Família, denominado de Auxílio Brasil, também usará o CadÚnico como parâmetro.

Programas vinculados ao CadÚnico

O registro do CadÚnico 2021 permite que o governo federal identifique as famílias de baixa renda no Brasil. O programa é operacionalizado pelas prefeituras de cada município.

Cada programa possui suas especificidades, mas o primeiro passo é ter o cadastro regularizado. Confira alguns que usam o CadÚnico como referência:

  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Programa Bolsa Família;
  • Programa Casa Verde e Amarela;
  • Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
  • Carteira do Idoso;
  • Programa Brasil Carinhoso;
  • Programa de Cisternas;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI);
  • Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Carta Social;
  • Passe Livre para pessoas com deficiência;
  • Telefone Popular.

Leia também

você pode gostar também

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Ler mais