Negativados podem renegociar dívidas na Serasa; veja como funciona

Através do Serasa Limpa Nome, os brasileiros negativados conseguem acessar condições especiais de renegociação e descontos que chegam a até 90% do valor da dívida.

A princípio, são considerados negativados aquelas pessoas que deixaram de pagar alguma dívida ou que a data de vencimento de alguma conta foi ultrapassada. Como consequência, seus dados são inseridos em bancos de dados da Serasa e do SPC Brasil.

Entretanto, o atraso de uma conta não significa necessariamente que o nome será inscrito em um órgão de proteção ao crédito, pois isso acontece somente quando o vencimento da conta passou há muito tempo. Atualmente, estima-se que 62 milhões de brasileiros estão negativados, mas existem formas de renegociar essas dívidas. Confira a seguir como renegociar dívidas na Serasa:

Como renegociar dívidas na Serasa?

No geral, a renegociação de dívidas acontecem através do Serasa Limpa Nome, uma plataforma de negociação específica dessa instituição. Por meio dessa ferramenta, pessoas negativadas conseguem condições especiais de pagamento e descontos que podem chegar a 90% do valor total devido.

Como um serviço gratuito e 100% digital, estima-se que as negociações podem ser feitas em cerca de três minutos, de forma segura e autenticada. Sobretudo, o Serasa Limpa Nome utiliza uma série de mecanismos de segurança para garantir que as informações dos usuários estejam protegidas.

Para negociar as dívidas, os brasileiros podem acessar o site do Serasa Limpa Nome e realizar o cadastro a partir do preenchimento de dados pessoais. Posteriormente, basta retornar à página inicial e realizar o login, informando o número de CPF e a senha.

Com o acesso na plataforma, os usuários podem consultar dívidas em atraso, acessando informações como valor original, juros, multa e afins. Depois, clique em “Simule agora” para conhecer as opções de renegociação dessa dívida.

Escolha uma das opções de negociação, tanto pagamento à vista quanto dividindo em parcelas. No caso do parcelamento, é importante definir a quantidade de prestações e a data de vencimento dos boletos. Por fim, emita o boleto e realize os pagamentos.

Neste caso, o usuário pode pagar no banco de preferência, tanto presencialmente nas agências, através do internet banking, em uma casa lotérica ou por meio da Carteira Digital Serasa. Após a confirmação do pagamento do primeiro boleto, a instituição credora terá até cinco dias úteis para retirar a dívida associada ao seu CPF.

Como evitar golpes nesse processo?

Acima de tudo, confira se você está renegociando a dívida no portal autenticado da Serasa, e não em outros endereços suspeitos. Além disso, confira as informações disponíveis no site, para não enviar suas informações pessoais a qualquer instituição.

Utilize senhas fortes para acessar dispositivos e aplicativos, sempre monitorando os seus dados através do CPF ou e-mail. Ademais, verifique se as informações dos boletos estão corretas antes de realizar a transferência, como valores devidos e CNPJ da instituição a receber o pagamento.

Leia também

você pode gostar também