RG Único terá novos prazos de validade; veja o que deverá mudar

Novo documento, RG Único substituirá a carteira de identidade atual. Nova versão contará com várias modificações.

O governo federal anunciou a criação da nova carteira de identidade, também denominada de “RG Único”. O documento de identificação passará por diversas mudanças com o objetivo de dar mais segurança aos brasileiros e de oferecer mais serviços.

Vale ressaltar que os documentos antigos continuarão válidos por até dez anos, a partir da data de emissão. Assim, o governo espera que as trocas sejam realizadas de forma gradual. Por outro lado, quem tem acima de 60 anos não precisará atualizar, sendo a renovação facultativa.

Veja um modelo da nova versão:

novo rg, novo documento de identidade, novo modelo de rg
Foto: Reprodução / Governo Federal – Decreto 10.977/22

Modificações do RG Único

O RG Único poderá ser emitido em formato de papel de segurança ou cartão. Além disso, contará com versão digital e terá diversas modificações se comparado com o RG anterior. Confira as principais:

Unificação com o CPF

A unificação com o CPF ocorrerá para evitar fraudes. Atualmente, é possível que a pessoa tenha 27 documentos de identidade diferentes, um em cada estado. Com a utilização do CPF, só haverá a possibilidade de ter apenas um RG.

Novas marcas de segurança

O RG Único terá novos aspectos de segurança. Marcas governamentais e números de série estarão presentes. O documento terá um QR Code com o objetivo de atestar a veracidade do RG e permitir a versão digital.

Por fim, haverá o código MRZ (Machine Readable Zone), já utilizado em passaportes.

Validade do RG Único

De acordo com o governo federal, o RG Único terá validade diferente, conforme a idade da pessoa. Confira:

  • 0 a 12 anos: validade de cinco anos;
  • 12 a 60 anos: validade de dez anos;
  • A partir de 60 anos: validade indeterminada.

Outros dados

Além dos dados que já estavam presentes na versão anterior do RG, a nova versão contará com:

  • Título de Eleitor;
  • Carteira de motorista (apenas os dados, não substituindo a CNH);
  • Carteira de trabalho;
  • Carteira de vacinação;
  • Tipo sanguíneo;
  • Disposição em doar os órgãos em caso de óbito;
  • Informações gerais de saúde (casos para salvar o paciente).

Como solicitar o novo RG

O novo RG pode ser solicitado nos mesmos locais onde eram feitas as versões antigas (geralmente representações das secretarias de segurança dos estados). Lá, o interessado deve levar a certidão de nascimento ou casamento (impressa ou digital).

Não há custos para a emissão do novo documento. As instituições possuem até o começo de março de 2023 para se adaptarem ao novo formato.

Leia também

você pode gostar também