7 hábitos para manter uma boa saúde mental durante os estudos

Conheça dicas incríveis sobre como o concurseiro pode manter uma boa saúde mental durante os estudos, para aumentar as chances de aprovação.

A pressão da família para passar nas provas do concurso está grande demais e você acha que vai “explodir” de tanto estresse? Calma, concurseiro. Selecionamos sete dicas para você manter uma boa saúde mental durante os estudos.

Preste atenção em cada uma delas e coloque-as em prática no seu dia a dia. Com o tempo você vai notar uma sensível melhora no seu bem-estar mental, principalmente na hora que estiver estudando. Leia até o final e fique por dentro.

Hábitos para manter uma boa saúde mental nos estudos

saúde mental durante os estudos
Foto: Reprodução / Pixabay

1) Pratique atividades físicas

Para manter uma boa saúde mental durante os estudos, é fundamental o concurseiro se exercitar. O sedentarismo traz diversos malefícios para qualquer pessoa.

Praticar atividades físicas diariamente promove o aumento da oxigenação no cérebro e do número de conexões neurais. Além disso, os exercícios aeróbicos desafiam a mente e aliviam todo aquele estresse do cotidiano, principalmente em relação aos estudos.

Vale lembrar que é sempre recomendado se consultar com um médico para fazer uma avaliação clínica e saber qual é atividade mais indicada para o seu caso.

2) Saiba gerir o seu tempo

Para manter uma boa saúde mental durante os estudos, o concurseiro precisa fazer uma gestão eficiente do seu tempo. Por isso, ele precisa ser uma pessoa organizada ao extremo, em sua rotina de preparação para as provas.

Quando o candidato consegue gerir melhor o seu tempo (e um cronograma de estudos realista pode ajudar), ele dá conta de estudar tudo aquilo que precisa sem se sentir pressionado. E estudar tranquilamente sabendo que vai dar tempo de tudo até a data das provas, pode deixar a sua mente bem mais “leve”.

3) Manter uma boa saúde mental durante os estudos: socialize-se

Aquele concurseiro que só vive para estudar e não quer saber de fazer mais nada, provavelmente tende a ficar com um alto nível de estresse. Por isso, para manter uma boa saúde mental durante os estudos, é preciso tirar um tempo para se socializar com outras pessoas.

Esse contato frequente (e prazeroso) com as amizades que você conquistou ao longo da vida, faz um bem danado para a sua mente, já que faz o cérebro liberar mais endorfina, dopamina, serotonina e ocitocina no sangue, que são os hormônios ligados ao bem-estar mental.

4) Desenvolva a sua inteligência emocional

Para manter uma boa saúde mental durante os estudos, o concurseiro precisa deixar a sua inteligência emocional bem aguçada. Ou seja, ele deve conhecer as suas emoções e sentimentos, além de saber gerenciar todos eles, por mais que não seja fácil.

Um candidato que tem um alto nível de inteligência emocional é menos suscetível ao estresse diário e consegue aprender com mais facilidade, já que sabe reconhecer as suas principais habilidades e pontos que precisam de ajustes. Afinal, quando as emoções estão em frangalhos, a saúde mental também costuma estar.

Uma boa forma de se entender mais é fazer terapia com psicólogo capacitado.

5) Durma bem todos os dias

Para qualquer concurseiro manter uma boa saúde mental durante os estudos, é preciso que ele tenha uma noite de sono reparador. É durante o sono que a nossa memória consegue reter as informações recém aprendidas durante o dia.

Por isso, procure dormir bem todas as noites, já que a sua mente precisa descansar para manter a elasticidade. Em suma, se você não fizer isso, vai se sentir sem disposição para estudar e não vai conseguir aprender o que precisa em tempo hábil, para as provas do certame.

6) Não tenha receio de pedir ajuda

Para você manter uma boa saúde mental durante os estudos, é primordial não ter receio de solicitar ajuda profissional quando necessário. Ao contrário da crença popular, pedir auxílio por meio de psicoterapia não é sinal de fraqueza, mas sim de força e coragem.

Reconhecer que nem tudo está bem em sua rotina de concurseiro indica maturidade emocional e abre portas para que você encontre uma solução efetiva ou menos penosa.

Muitas vezes, o candidato precisa contar com a ajuda de psicólogo, amigos e familiares para continuar firme e forte em seu propósito, que é a aprovação.

7) Fique off-line por um tempo

Você já experimentou a sensação de se desconectar do mundo virtual por um tempo e ficar em contato com o mundo real? Para manter uma boa saúde mental durante os estudos, o concurseiro precisa (e deve) fazer isso.
Dessa forma, deixe o celular ou as redes sociais de lado por algumas horas.

Tenha mais contato com a natureza, sinta o ar batendo em seu rosto, observe o canto dos pássaros, o barulho da água correndo pelo riacho e aprecie toda aquela magnitude das pequenas coisas que estão ao seu redor. Sua mente agradece.

Leia também


você pode gostar também

Concurso INSS: veja 5 dicas infalíveis para aplicar durante os estudos

As dicas infalíveis para aplicar durante os estudos do concurso INSS permitem que o concurseiro tenha mais organização nas etapas de aprendizagem e revisão do conteúdo.

Veja 5 coisas que você não pode colocar no seu currículo em 2022

Está procurando emprego? Saiba o que não colocar no currículo em 2022 e aumente as chances de ser convocado para uma entrevista.

5 profissões que pagam bem aos que desejam ter jornada de 20 horas semanais

Se você sempre sonhou em ter um alto salário mas sem trabalhar demais, conheça cinco profissões que pagam bem e trabalham pouco.

Profissões de Humanas: veja os 5 cargos mais bem pagos do Brasil

Sonha em começar uma carreira que paga um alto salário? Conheça cinco profissões de Humanas que podem transformar isso em realidade.

Este cargo de TI pode obter salário de R$ 17 MIL no país; veja qual é

Está pensando em se tornar um profissional da área da tecnologia? Confira o cargo de TI que pode ter salário de R$ 17 mil por mês.

7 profissões mais bem pagas para quem quer trabalhar no exterior

Sonha em uma carreira profissional fora do Brasil? Conheça sete profissões para quem quer trabalhar no exterior e que pagam altos salários.