7 coisas que pessoas inteligentes nunca deixam de fazer no dia a dia

Se você quer estar no grupo de pessoas consideradas inteligentes, é necessário trazer alguns hábitos para sua rotina. Entenda.

Todas as pessoas nascem inteligentes e têm a capacidade de desenvolver novas habilidades. No entanto, cabe a cada um trabalhar os diferentes tipos de inteligência e buscar aprendizados fora da zona de conforto. Existem atividades diárias que permitem a expansão do conhecimento.

Leia também

Pensando nisso, o Concursos no Brasil listou as 7 coisas que pessoas inteligentes nunca deixam de fazer no dia a dia. Veja quais são:

1. Acompanhar as notícias

Pessoas inteligentes estão sempre por dentro do que está acontecendo no mundo. Elas acompanham o jornal, assistindo ou lendo as notícias diariamente. Dessa forma, conseguem se manter informadas e não se deixam alienar sobre os assuntos. Ou seja, não ficam suscetíveis à opinião alheia e estabelecem seu próprio ponto de vista.

É importante que, ao fazer esse exercício, você busque fontes confiáveis e não se baseie em apenas um texto ou matéria. Assim o seu cérebro fará associações com conhecimentos que você já possui. Além disso, praticar a leitura num geral ajuda com vocabulário e argumentação.

Mas o ideal é filtrar as informações para que o excesso não surta um efeito contrário no cérebro.

2. Fazer listas

Criar o costume de fazer listas ajuda a traçar as metas diárias e liberar espaço na mente. Assim, você não precisa ficar sempre pensando no que precisa fazer, afastando a ansiedade. Outro positivo é que definir quais são as prioridades, deixando de correr o risco de esquecer algo.

Ao definir os objetivos e colocá-los no papel (ou nas notas do celular), fica mais fácil organizar seu tempo. Isso evita a procrastinação e auxilia a manter o foco nas atividades que devem ser executadas. Além disso, ao riscar uma tarefa, você tem a sensação e satisfação de dever cumprido.

3. Cuidar da saúde

Hábitos saudáveis como ter uma boa alimentação e praticar exercícios físicos fazem parte da rotina de pessoas inteligentes. Se o corpo não estiver bem, muito provavelmente o cérebro também não estará. Isso porque manter o corpo ativo ajuda a aumentar a produção de neurotransmissores.

Esses são responsáveis por enviar as mensagens das células nervosas para o restante do organismo. Além disso, a dieta balanceada faz com que a pessoa tenha uma maior ingestão de nutrientes que ajudam na manutenção do cérebro.

Ou seja, que estimulam a regeneração dos neurônios, fazendo o cérebro trabalhar melhor e gravar informações.

4. Treinar a memória

Aprender a memorizar é uma forma de manter a mente ativa. Uma boa forma de criar essa prática é anotando observações sobre acontecimentos do dia e assuntos que você leu. Outro ponto é que, ao anotar, você memoriza não só o conteúdo, mas também os movimentos que você faz.

Então, ao realizar novamente esse movimento, você irá se recordar daquilo que escreveu. Também é possível treinar a memória com atividades específicas, como jogos, sejam eles físicos ou virtuais. Várias plataformas possuem brincadeiras de raciocínio lógico, foco e concentração para trabalhar a memória.

5. Estimular o cérebro

É normal que pessoas inteligentes definam diferentes formas de estimular as conexões cerebrais. Uma delas é mudando a rotina, mesmo que de pequenas formas. Por exemplo, trocar a mão que você usa para segurar a escova de dente. Ao usar sua mão não-dominante, o cérebro precisará vencer o desafio de realizar os mesmos movimentos.

Essa é uma tarefa que parece simples, mas pode ser um grande desafio. Ainda nesse sentido, vale a pena tentar novas atividades e hobbies, como começar a tocar um instrumento ou realizar uma atividade manual.

Um bom estímulo é desenhar/colorir. Quando você decide pintar uma imagem, seu cérebro vai trabalhar a coordenação motora, além de perceber cores e texturas. Ao fazer isso, você descansa a parte do cérebro que trabalha leitura, enquanto ativa um outro lado da percepção.

6. Controlar a fala e as emoções

O autocontrole é uma característica muito forte em pessoas inteligentes. Elas sabem perceber as suas emoções e as dos outros, o que ajuda no gerenciamento das mais diferentes situações. Principalmente porque esse conhecimento de si e do próximo permite criar relacionamentos mais saudáveis e um ambiente controlado.

Lidando com as emoções, a pessoa também consegue moderar o que vai dizer e a forma como as palavras serão usadas. Isso é muito importante para não gerar ambiguidades, contradições, ruídos de comunicação nem ferir quem está perto.

7. Fazer meditação

Meditar é um excelente exercício para o autoconhecimento, que auxiliar a ter autocontrole. Quando uma pessoa medida, ela trabalha foco e concentração em si e no ambiente à sua volta. Nesse momento, é interessante fechar os olhos e utilizar os outros sentidos para melhorar a percepção.

O principal ponto é a respiração profunda e, nesse momento, é possível analisar sua postura corporal, regular batimentos cardíacos e esvaziar a mente das preocupações. Isso pode auxiliar na pressão sanguínea e combate ansiedade, estresse e tensão.

Leia também


você pode gostar também

7 grandes filmes da Netflix que podem transformar a sua vida

Anda meio sem motivação para prosseguir com os estudos para as provas do concurso? Conheça sete filmes da Netflix que podem te inspirar.

Tem inglês fluente? Veja 5 profissões ideais para você e que pagam bem

Se você domina bem a língua inglesa, conheça cinco profissões que exigem inglês fluente e que pagam bem.

Dias contados: estes 11 carros vão SAIR de linha a partir de 2023

Os carros que vão sair de linha a partir de 2023 incluem modelos populares e de grande adesão dos brasileiros, como é o caso do Volkswagen Gol e do Fiat Uno.

Garçonete recebe gorjeta de R$ 15,5 mil e chora de tristeza depois. Saiba o motivo

Esta gorjeta acabou indo parar nas barras dos tribunais e envolve a garçonete, o cliente e o restaurante. Confira a matéria completa!

Concurso INSS: qual a nota mínima para ser aprovado nas provas?

As regras e normas do concurso INSS estão previstas no edital, onde os candidatos podem acessar as informações sobre qual a nota mínima para ser aprovado nas provas objetivas.

Pensão alimentícia: definição, principais regras e novas mudanças

Está estudando para um disputado certame da área jurídica? Conheça as particularidades da pensão alimentícia, que faz parte do conteúdo programático de vários editais.