6 dicas para montar uma rotina de estudos; veja como se organizar

Se você acabou de fazer a inscrição em um concurso público, conheça seis dicas incríveis para montar uma rotina de estudos.

A aprovação de qualquer concurseiro depende exclusivamente do seu empenho, disciplina, foco e, acima de tudo, de uma rotina de estudos. Elaboramos esse artigo que vai te mostrar seis valiosas dicas sobre como montar uma rotina de estudos eficiente.

Leia também

Coloque todas elas em prática e aumente as suas chances de aprovação. Afinal de contas, estudar para um concorrido certame sem o mínimo de organização, não é o mais recomendado, certo? Então, confere aí.

Veja como criar uma rotina de estudos eficiente

1) Conheça o seu tempo livre que será destinado aos estudos

Quando o assunto é rotina de estudos, a primeira coisa que o concurseiro precisa pensar é no seu tempo livre que será destinado à sua aprendizagem. Por exemplo, se você trabalha fora o dia inteiro durante a semana, vai precisar estar disponível à noite para estudar.

Agora, se você tem o dia livre ou não trabalha, pode reservar a parte da manhã ou o período da tarde para estudar para as provas do concurso. Lembre-se sempre de observar o horário que é mais produtivo, já que a assimilação do conteúdo pode ser bem mais rápida.

Somente quando o concurseiro sabe qual o horário que ele reservou para estudar, durante a fase de preparação para as provas, é que ele pode montar a sua rotina de estudos e se dedicar a ela.

2) Reserve um ambiente tranquilo para estudar

Todo concurseiro que deseja montar uma rotina de estudos eficiente, deve ter um ambiente tranquilo e organizado para estudar. Lembre-se de que é impossível aprender algo em um local barulhento, com trânsito intenso de pessoas e muita poluição visual. Não rola.

Dessa forma, certifique-se de que o seu local de estudos escolhido oferece móveis confortáveis que permitam uma ergonomia satisfatória, é arejado, silencioso, organizado, tem boa iluminação e que não tenha nada que desvie a sua atenção do que realmente importa.

3) Saiba quantas matérias precisarão ser estudadas

Para criar uma rotina de estudos eficiente, o candidato precisa saber quantas matérias precisam ser estudadas até a data das provas. Quando se tem uma noção da quantidade total de conteúdo, é possível estipular um número aproximado de horas que precisam ser reservadas aos estudos.

O ideal é que o concurseiro estude, pelo menos, duas disciplinas por dia, para que ele não fique sobrecarregado nos dias que antecedem às provas do certame. Reserve um tempo maior para os assuntos que você não domina tão bem ou tem pouca familiaridade.

4) Elabore um cronograma de estudos

Para você montar uma rotina de estudos, é preciso elaborar um cronograma de aprendizagem que seja realista. É através dele que o concurseiro vai ter uma noção dos conteúdos que precisam ser aprendidos, dos dias da semana e horários reservados para os estudos.

O cronograma de estudos permite ao candidato distribuir as disciplinas que precisam ser aprendidas ao longo da semana. O concurseiro também não deve se esquecer de reservar dias ou horários fixos para as revisões, em seu cronograma de aprendizagem. É importantíssimo segui-lo à risca, fechado?

5) Mantenha o foco e evite distrações

Quando o assunto é rotina de estudos, é fundamental que você mantenha a máxima concentração na hora que estiver estudando. Somente dessa forma é que o seu aprendizado e a sua memorização serão efetivos. Mantenha todo o seu foco naquilo que está fazendo.

Aquele concurseiro que “viaja na maionese” quando está estudando, está fadado ao fracasso nas provas. Vale ressaltar que as distrações são as piores inimigas de qualquer candidato. Em suma, evite tudo aquilo que possa tirar a sua atenção dos livros e apostilas, combinado?

6) Não se esqueça das pausas frequentes em sua rotina de estudos

Para uma rotina de estudos não ficar cansativa ou entediante, você precisa fazer pausas regulares. Lembre-se de que o seu cérebro precisa de um período para assimilar tudo aquilo que aprendeu e manter a sua elasticidade. Por isso, sem essa de estudar ininterruptamente.

Por exemplo, a cada duas horas de estudo intenso, o concurseiro pode descansar a mente por 15 a 20 minutos. Estudar por horas a fio sem parar nem para almoçar direito está longe de ser saudável e pode prejudicar o seu aprendizado ainda mais. Lembre-se: a sua mente precisa descansar.

Está vendo como montar uma rotina de estudos eficiente não é tão complicado quanto parece? Agora é seguir todas as dicas acima e arrasar nas provas do concurso, para começar uma sólida e prestigiada carreira pública. Boa sorte.

Leia também


você pode gostar também

“Subir para cima”: 11 exemplos de pleonasmo para evitar no dia a dia

"Subir para cima", "descer para baixo" ou "sair para fora": confira alguns exemplos de pleonasmo para evitar no dia a dia.

Estes 5 sinais mostram se o seu amigo está apaixonado por você

Tem percebido que a pessoa com a qual tem amizade quer algo mais sério contigo, concurseiro? Fique por dentro dos cinco sinais de que o seu amigo está apaixonado por você.

Confira 3 signos que, geralmente, preferem ficar sozinhos

Existem alguns signos que, geralmente, preferem ficar sozinhos e apreciam a solidão mais do que ninguém. Confira quais deles integram a lista.

11 carros incríveis para quem é apaixonado por tecnologia

Se você é fã de carteirinha do universo automotivo, conheça 11 carros incríveis e tecnológicos, com funções incríveis de motorização, conforto e segurança.

Entenda para que realmente serve o lado preto da raquete de ping pong

A raquete de ping pong é um dos principais instrumentos do tênis de mesa, mas nem todas as pessoas conhecem para que realmente serve o lado preto dessa ferramenta.

7 hábitos que realmente podem prejudicar a sua produtividade

Quer realmente ser aprovado em um concurso público e alcançar a tão sonhada estabilidade financeira? Conheça os sete hábitos que prejudicam a sua produtividade e deixam a sua aprovação mais longe.