5 coisas que pessoas inteligentes não fazem no dia a dia

Muito além do que admirar, confira essa seleção de coisas que pessoas inteligentes não fazem para praticar no seu dia a dia.

Vendo de fora, quem é inteligente parece sempre saber fazer a coisa certa. Habilidosos em controlar as emoções e bons em se socializar, essas pessoas não se irritam facilmente, sabem se distanciar de situações que podem prejudicá-las de alguma forma e o mais importante: sabem o que não fazer. Para se espelhar nisso, separamos 5 coisas que pessoas inteligentes não fazem no dia a dia, confira.

Atitudes que pessoas inteligentes evitam no dia a dia

1. Fazer críticas constantes

Apesar de possuírem visão de mundo ampla e facilidade em notar os erros e equívocos que as pessoas cometem, os inteligentes não costumam externar críticas em qualquer situação. Isso porque possuem confiança em suas personalidades e condutas, e a crítica aparenta, na maioria dos casos, uma expressão de insegurança pessoal.

Quando externam críticas, os inteligentes fazem isso de forma objetiva e responsável, sem enviesar sua opinião pessoal, certas de que serão construtivas, como em um ambiente de trabalho, por exemplo. Dessa forma, evitam que o ato de criticar seja um desperdício de energia e de tempo.

2. Criar falsas expectativas

Aquele que não espera coisas da realidade, não se frustra. Esse é um lema que compõem os pensamentos das pessoas inteligentes.

Falsas expectativas sobre coisas e pessoas implicam em uma tentativa falha de controlar condutas e resultados, o que cria um cenário em que as chances de frustração são grandes.

Enquanto a frustração prejudica a própria pessoa que espera demais de tudo e de todos, pode também afastar outros que vivem ao seu redor, que se sentem pressionados e ressentidos com o excesso de expectativas impostas e as relações sociais acabam ficando prejudicadas.

3. Se apegar à perfeição

Pessoas inteligentes não ficam retidas na perfeição, pelo contrário, buscam dar o melhor de si para a realização de uma tarefa, entendendo que concluí-la de forma satisfatória é melhor do que perder tempo se prendendo à entrega perfeita e correr o risco de não fazê-la.

Os inteligentes não dão prioridade a ideais inatingíveis de perfeição absoluta e que levam à decepção. Entendem que o ideal de perfeição é relativo e o que pode parecer o melhor para você, pode não ser para o outro.

Dessa forma, evita-se o tormento e a angústia de questionamentos acerca do que foi feito de errado, afastando a gratidão pelo que foi conquistado pelo caminho.

4. Guardar rancor

Desprendidos do passado, os inteligentes priorizam não armazenar sentimentos negativos como o rancor, que surge em decorrência de situações de descontrole emocional ou de um embate social.

Essas pessoas evitam, inclusive, as causas desse sentimento, não entrando em discussões calorosas ou confrontos sem necessidade.

Guardar rancor é se apegar ao estresse e pessoas inteligentes dominam a forma de evitar isso a todo custo, aprendendo a abrir mão para se sentir melhor tanto a curto prazo quanto a longo prazo.

5. Andar com pessoas negativas

Já que as pessoas inteligentes não toleram a permanência de sentimentos negativos, é claro que elas irão evitar estar do lado de quem se apega a esse tipo de postura.

Isso porque estar ao lado de quem tem a cultura da reclamação generalizada acaba por contaminar a sua própria energia, provocando a repetição do comportamento.

Leia também

você pode gostar também