3 dicas incríveis de estudo para estudantes que são mais “visuais”

Se você é daqueles concurseiros que aprendem melhor através da visualização, conheça três dicas incríveis de estudo.

Na hora de estudar para as provas do concurso, cada candidato tem o livre arbítrio de escolher a metodologia que achar mais conveniente para o seu aprendizado. Por exemplo, alguns aprendem melhor escutando, já outros são mais visuais.

Leia também

Se você é um concurseiro que aprende com mais eficiência usando a visualização, não deixe de ler esse post até o final e conheça três dicas de estudo para quem possui esse estilo de aprendizagem.

1. Mapas mentais

Concurseiros que preferem aprender por meio da visualização não devem abrir mão dos mapas mentais, já que eles funcionam como uma espécie de fotografia sobre um determinado assunto.

Ou seja, você vai resumir todo o conteúdo, porém de uma forma mais esquematizada, usando setas e imagens. Para montar um mapa mental eficiente, você precisa ter em mente o tema principal estudado.

Pegue uma folha de papel em branco e escreva no centro dela (com letras grandes) o nome do assunto principal. Depois, você deve criar palavras-chaves que tenham conexão com ele e que te façam lembrar mais facilmente na hora H. Pensou? Agora, escreva todas elas ao redor do nome do tema principal, sempre puxando setas indicativas para ele.

Você ainda pode criar ramificações para todos os subtópicos criados. Vale ressaltar que cada ramificação específica precisa ser de uma cor diferente, para uma melhor visualização e compreensão. Além disso, o concurseiro ainda pode acrescentar imagens que tenham relação com o tema estudado, claro.

2. Fichamentos com uso de canetas coloridas

Outra dica para quem é mais visual na hora de aprender é apostar nas cores. A famosa e infalível técnica do arco íris é perfeita para isso. Ou seja, o concurseiro pode criar um fichário físico (bem organizado) e usar canetas coloridas de acordo com o nível de relevância de cada assunto estudado.

Suponha que você esteja estudando um conteúdo que é extremamente importante. Nesse caso, recomendamos o uso de uma caneta vermelha ou laranja, que são cores mais fortes e chamativas. Já um assunto que tem a sua importância, mas que não é prioridade, você pode usar uma caneta da cor verde ou azul.

Dessa forma, os seus fichamentos permitirão identificar os assuntos que merecem atenção especial e os que podem ser estudados posteriormente. Aliás, o concurseiro também fazer uma legenda de cores, caso julgue necessário. Esqueça os fichamentos online e prefira usar materiais impressos, fechado?

O objetivo é fazer você bater o olho na cor em questão e relacioná-la com o conteúdo que precisa ser estudado. Dica extra: use uma cor específica somente para os exemplos, outra para a estrutura dos assuntos estudados, outra para as exceções e por aí vai.

Mas não use mais de cinco cores, pois isso pode confundir o seu cérebro na hora de fazer associações visuais.

3. Uso de gráficos e desenhos para memorização

Por fim, a última dica para quem é mais visual na hora de aprender é essa. Se você tem o estilo de aprendizagem visual (não verbal), pode usar e abusar dos gráficos e desenhos para conseguir memorizar todo o conteúdo que precisa. Esses impulsos visuais podem fazer a sua mente reter as informações necessárias com mais facilidade.

Os gráficos são perfeitos para aprender determinados assuntos que tratam de dados estatísticos, números e índices relevantes sobre um tema que é massivamente discutido. Através da imagem, o concurseiro mais visual pode conseguir entender melhor o conteúdo do que por meio da leitura, por exemplo.

Se você fizer um resumo caprichado usando gráficos (ou fluxogramas), o seu aprendizado será muito mais eficiente. Os desenhos também podem ser excelentes para aprender, principalmente para os candidatos mais visuais.

Através desse recurso, a sua mente vai conseguir entender o que precisa, já que vai fazer associações entre o assunto e o desenho. Por exemplo, se você está estudando as principais reações químicas, pode desenhar algo que te lembre um laboratório.

Não importa se você desenhou apenas uma caricatura, algo que seja fruto da sua imaginação ou seja lá o que for. Desde que o desenho faça sentido (para você) e te faça lembrar do que precisa na hora das provas, está de bom tamanho. O objetivo, claro, é fazer o concurseiro mais visual aprender com uma maior facilidade. E os desenhos e gráficos são ideais para memorizar.

Agora é escolher uma das técnicas de estudos para concurseiros mais visuais que mais combina contigo e aprimorar o seu aprendizado para as provas do certame.

Leia também


você pode gostar também

Estes 23 carros já saíram de linha em 2022 e você ainda não fazia ideia

Está pensando em comprar um automóvel? Conheça os 23 carros que já saíram de linha em 2022 que provavelmente você não sabia.

Concurso INSS terá curso de formação em nova etapa

A nova etapa do concurso INSS é caracterizada por um curso de formação, com treinamento específico dos candidatos e avaliação do desempenho ao longo do processo.

35 nomes estranhos que já foram registrados no Brasil

Se você curte tudo aquilo que é fora do comum, conheça alguns nomes estranhos que já foram registrados no Brasil.

5 empregos bizarros que ninguém conhecia, mas pagam muito bem

Se você está pensando em uma transição de carreira, conheça cinco empregos bizarros que pagam muito bem e que têm uma alta demanda no mercado.

Você é super inteligente? Veja 4 características que definem a condição

A super inteligência é multidimensional, e pode ser despertada em diversas áreas do conhecimento humano.

Estas 19 cidades já mudaram de nome no Brasil e você não sabia

Várias cidades brasileiras mudaram de nome ao longo dos séculos e décadas, sendo a alteração mais recente datada de 2021.