15 palavras no Português e Espanhol que são iguais, mas têm significados diferentes

As palavras iguais com significados diferentes no Português e Espanhol são conhecidas como falsos cognatos, e podem criar confusões na comunicação e leitura.

No geral, as 15 palavras no Português e Espanhol que são iguais, mas têm significados diferentes são chamadas de “falsos cognatos” ou “falsos amigos”. Na linguística, essas expressões são definidas como heterossemânticas, porque possuem sonoridade e escrita semelhante em dois idiomas, mas se diferem na definição.

Sobretudo, esse fenômeno decorre do fato que o Português e Espanhol são linguagens derivadas do Latim.

Além disso, ambas surgiram na Península Ibérica, o que os torna um par idiomático com afinidade, inteligibilidade e intercompreensão. Como consequência, as palavras são iguais, mas têm significados diferentes. Saiba mais a seguir:

15 palavras iguais no Português e Espanhol, mas com significados diferentes

15 palavras no Português e Espanhol que são iguais mas têm significados diferentes
Foto: Reprodução / Pixabay.

1) Aceite

Enquanto no Português é um substantivo masculino que se refere ao ato de aceitar algo, ou uma assinatura de título comercial, no Espanhol também é um substantivo masculino, porém, significa óleo, como azeite de oliva ou óleo de cozinha.

2) Apellido

No Português, consiste em um substantivo masculino nominal com referência a uma qualidade de alguém, sendo uma alcunha ou nomeação particular.

No Espanhol, é um substantivo masculino que significa sobrenome, nome de família ou último nome.

3) Acordarse

Ainda que tenha a palavra acordar, com duplo sentido de despertar ou fechar um acordo em Português, no Espanhol a palavra quer dizer lembrar-se. Em Português, é um verbo de regência múltipla e no Espanhol é um substantivo masculino.

4) Aula

No Português, a aula é vista como uma lição ministrada por um professor a um conjunto de estudantes, como aula de matemática. Em Espanhol, aula diz respeito especificamente ao conteúdo ensinado, e não à situação da classe.

5) Brinco

Em Português, o brinco é um acessório de beleza utilizado nas orelhas. Por outro lado, em Espanhol utiliza-se como um substantivo para referir-se à brincadeira, enquanto brincar quer dizer pular.

6) Botiquín

Também usado como boteco ou botequim em Português, um tipo de bar popular e de rua. No Espanhol, é um substantivo masculino que significa uma farmácia de bordo ou à maleta de um médico.

7) Chulo

Em Português, é um adjetivo para descrever uma pessoa grosseira e rude, que não tem educação ou delicadeza, mas também pode-se utilizar para descrever um texto ou uma expressão.

Por outro lado, pode ser usada no Espanhol para descrever algo que é legal, fofo ou bonito, como uma forma carinhosa de se referir a alguém.

8) Cola

No Português, é utilizado como um substantivo feminino para descrever a cola de papel, ou então como uma gíria que aponta à resposta copiada para exames inscritos, como a cola escolar.

Em Espanhol, pode ser tanto uma fila de pessoas quanto o rabo de um animal.

9) Copa

Considerado em Português como a parte anexa à cozinha, onde se faz refeições ou guardar alimentos, a Copa é também a sombra de uma árvore, o troféu de uma vitória competitiva ou um torneio esportivo, como a Copa do Mundo de Futebol.

Em Espanhol, por outro lado, refere-se a um tipo de copo específico, semelhante às taças utilizadas para vinho.

10) Crianza

Com pronúncia semelhante ao termo criança em Português, essa expressão em Espanhol diz respeito à criação de algo, ou educação familiar de uma pessoa.

11) Cachorro

Em Português, é uma expressão para se referir ao animal doméstico de estimação. No Espanhol, é uma forma de falar especificamente sobre filhotes, sejam eles de cachorro, de gato ou de outras espécies.

12) Embarazo

Com pronúncia semelhante à palavra embaraço em Português, utilizado para referir-se a um obstáculo ou empecilho, existe uma confusão comum com o termo em Espanhol. Na linguagem espanhola, é um substantivo masculino para gravidez.

13) Fecha

No Português, é caracterizado como substantivo deverbal para a ação de fechar ou bloquear algo. Enquanto isso, no Espanhol é um verbo com o mesmo sentido de datar, estabelecer a data limite ou de vencimento de algo.

14) Exquisito

Enquanto no Português, a palavra esquisito é utilizada como adjetivo para descrever algo anormal, no Espanhol tem o mesmo sentido de algo requintado ou delicioso.

15) Frente

A língua portuguesa utiliza essa palavra como substantivo feminino para descrever algo situado na parte dianteira ou parte anterior que se opõe à parte traseira. No Espanhol, frente refere-se especificamente à testa.

Leia também

você pode gostar também

Mal ou mau: qual a diferença? Veja exemplos

Uma das maiores dificuldades dos falantes da língua portuguesa é descobrir quando usar corretamente os termos mau ou mal. Para sanar esta dúvida de uma vez por todas, confira algumas dicas para exercitar as palavras.

Recebeu uma multa que não é sua? Veja o que fazer e como recorrer

Se você foi multado, mas a pena foi aplicada de forma equivocada ou indevida, é possível entrar com recurso e regularizar a situação.

Tire estes aparelhos da tomada para Economizar Energia

Economizar energia elétrica pode ser mais simples do que se pensa; veja quais eletrônicos devem ficar fora da tomada.

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.